Hortela

 

hortela

Hortela, tambem conhecida como meta , e originaria da Europa
é uma erva perene, de 30 a 40 cm de altura, com folhas que possuem aroma forte e característico. Tem grande importância medicinal e social, por sua alçao contra microparasitas intestinais, recentemente descoberta. Há muitas espécies de hortelã parecidas, dificultando a escolha da planta certa para fins medicinais, exigindo a obtenção dasmudas em locais de confiança.
Desde a mais remota antiguidade, essa e outras plantas são utilizadas como condimento em massas e carnes, bem como para fins medicinais.
Suas principais caracteristicas – espasmolítica (reduz contrações musculares involuntárias), antivomitiva (evita vômitos), carminativa (eliminador de gases intestinais), estomáquica (favorece a digestão), e anti-helmíntica (elimina vermes intestinais), por via oral, bem como anti-séptica (contenção de microrganismos) e anti-prurido (redução da coceira), por via local
A menta tem um dos sabores mais populares do mundo, é ao mesmo tempo refrescante e ardida, quente, com uma fragrância adocicada. Nativa do sul da Europa e mediterrâneo, a menta faclmente se adaptou ao clima temperado. Seus variados tipos se misturam facilmente, levando a confusões sobre nomenclatura, mas para a culinária elas podem dividir-se em apenas dois grandes grupos: “spearmint” (menta) e “peppermint” (hortelã).

Aqui em casa eu adoro usar a menta e principalmente hortelã durante o verão, já que sua refrescância é incrível. Mas andei descobrindo que um chá quentinho de hortelã também faz maravilhas com o nosso humor e digestão.

Partes utilizadas:

Folhas secas e frescas. Flores eventualmetne nas saladas.

Como comprar e armazenar:

Maços frescos de hortelã são facilmente encontrados em feiras livres e supermercados. A versão orgânica também é relativamente comum. Quando guardadas em um peqeuno vaso com água, à temperatura ambiente ou na geladeira, a hortelã e menta duram tranquilamene dois dias com todo seu frescor.

As folhas podem ser picadas e congeladas, armazenadas em peqeunos recipientes ou ainda misturadas a água e/ou um bom óleo, podem ser congeladas em forminhas de gelo. Eu particuarmente prefiro smepre as ervas frescas, tenho a impressão de que ervas congeladas nunca preservam 100% do seu sabor e perfume, porém essa é uma solução prática para quem tem menos tempo disponível.

A hortelã e a menta podem ser secas facilmente. Colha antes de florada e amarre um maço de ponta cabeça em um local arejado e seco, ou ainda coloque as folhas espalhadas numa assadeira e deixe-as no forno muito baixo, com a porta entreaberta, por diversas horas. Guarde as folhas secas em potes hermeticamente fechados.

Uso culinário:

Ervas frescas:

A culinária ocidental usa a menta para dar sabor a beringelas, cenouras, abobrinha, ervilhas, batatas e tomates. A menta e o hortelã vão muito bem com carne de frango, porco e vitela e o tradicional carneiro, seja como uma marinada, em forma de geléia, molho frio com azeite, etc. O molho “paloise” (um tipo de molho béarnaise feito com hortelã ao invés de losna – outra erva sobre a qual falarei em outra oportunidade) é um excelente acompanhamento para peixes e aves.

Na cultura árabe a hortelã é essencial para o famoso tabule e é parte importante do mezze, uma porção de ervas frescas, saladas e legumes. No Vietnã a hortelã ou menta são adicionadas em saladas ou a pratos que acompanhem os rolinhos primavera.

No Irã ela é servida com pepinos e iogurte, como numa sopa Os indiano usam muito em chutneys e raitas. Usam também para suavizar os temperos picantes de legumes e carnes.

Em partes da América do Sul a hortelã ou a menta são usadas em combinação com pimentas, salsinha e orégano para temperar pratos de cozimento lento. Os mexicanos usam uma peqeuna porção em bolinhos de carne.

A hortelã fresca fica deliciosa quando misturada a saladas de frutas. O sorvete de hortelã (que eu quero tentar preparar num futuro próximo) é tido como um dos mais saborosos e refrescantes.

Contra Indicado – não pode tomar o chá de hortelã: quem tem cálculos biliares, grávidas, mães em amamentação, bebês e crianças pequenas que ainda mamam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *