Salvia

salvia

A Salvia e originaria do Mar Mediterrâneo da família Lamiceae
com folhas peludas de cor verde -acinzentado e flores lilases.
Um pouco da sua historia.
Usada pelos romanos e gregos primeiro como planta medicinal contra picadas de cobras e mais tarde também como tempero. No início da Idade Média já era conhecida na Europa Central, sendo cultivada nos jardins dos mosteiros. A sálvia tinha a fama de prolongar a vida e proteger as pessoas. Por causa de sua superfície rugosa, era associada à pele dos sapos – achava-se que o animal morava abaixo da planta. Acreditava-se também que ela ajudaria na expulsão de demônios. Ainda assim, a sálvia foi usada na cozinha medieval para temperar carnes gordurosas, vinho, cerveja e omeletes. Era muito utilizada na medicina da época para fazer gargarejo e tratar os dentes. A partir do século 17, cresceu muito o seu uso na culinária em todo o mundo, principalmente nos Estados Unidos e na Itália.
O uso da Salvia na sua cozinha
A sálvia tem um aroma intenso e sabor picante. Suas folhas realçam carnes de peixe, aves e porco, além de molhos.
Ajudando a sua saude
Chá de sálvia é muito bom contra infecções de gengiva. A planta ainda tem propriedades de desinfetante e antiinflamatório.
A sálvia tende a ter um efeito secante e já foi usada para controlar a produção de saliva excessiva, comum em doenças como o Mal de Parkinson. Melhora a digestão de comidas gordurosas e atua como um preservativo natural. As folhas são acrescentadas a saladas simples, pães, recheios, sopas, guisados, queijos, peixe e carnes e com a planta é possível fazer vinagre, manteiga e vinho. As folhas e flores da sálvia podem ser adoçadas.
Na medicina alternativa, o cataplasma de folhas frescas é usado para picadas de inseto e feridas. O gargarejo é indicado para feridas na boca, laringite, dor de garganta e amigdalite. A lavagem para eczema, sumagre-venenoso e psoríase. Em forma de enxaguante para combater caspa, cabelos oleosos e escurecer cabelos grisalhos. Ducha para leucorreia. Também é usada em mulheres que têm menstruações excessivas.
A sálvia é ingrediente de várias pastas de dente e possui vapor facial refrescante. As folhas frescas esfregadas nos dentes atuam como um agente embranquecedor. É usada em desodorizantes como um antiperspiratório.
Contraindicações e efeitos colaterais da sálvia
Doses grandes devem ser evitadas durante a gravidez, amamentação (a planta tende a secar o leite do peito), por pessoas com epilepsia ou por períodos estendidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *